O Município

Dados do município

Dados do município/localização

Aniversário: 15 DE JANEIRO DE 1962
Fundação: 15/01/1962
Gentílico: LIMACAMPENSE
Unidade Federatíva: MARANHÃO
Mesoregião: CENTRO MARANHENSE
Microregião: MÉDIO MEARIM
Distância para a capital: 258,00

Dados de características geográficas

Área: 321.932,00
População estimada: 11415
Densidade: 3.546,00
Altitude:
Clima: TROPICAL
Fuso Horário: UTC-3
Lima Campos é um município brasileiro do estado do Maranhão. Ex-município de Pedreiras, teve sua emancipação política elevada a categoria de município em 15 de janeiro de 1962, amparada pela Lei nº 2.180 de 31 de dezembro de 1961. Sua população estimada em 2009 é de 11.794 habitantes, onde faz fonteiras com as cidade de Pedreiras e Peritoró, e fica localiza a 48 km de uma das maiores fontes de gás natural do Mundo ainda em exploração,localizada em Capinzal do Norte - MA.
Quando nos deparamos... Já nos vimos como uma cidade cinquetenária! Seria impossível comemorarmos os 51 anos de nossa emancipação política sem lembrarmos um pouco dos 50 anos que já ficaram-se para trás... Dizem que quem vive de recordação é museu, mas neste caso é preciso sim ser um museu de lembranças, de memórias, de tantas outras coisas que há 50 anos atras (15-01-62) marcaram a nossa história e que hoje continuam vigentes em todo este transcurso. De lá prá cá (15-01-2013) tivemos 13 prefeitos gerenciando o nosso município. Gente... Vejam só; de Dácio até Jaílson, apenas três dos nossos governantes já não mais estão entre nós (Dácio, Amaro e José de Sousa) e os demais continuam aqui presenciando esta nova etapa que o município passa. O próprio Cássio Mota que juntamente com Dácio foi a dupla mais responsável pela conquista da emancipação é enfático ao referir-se com alegria de poder ver 50 anos depois a nossa cidade tornar a ser administrada por um prefeito de origem paraibana, tal qual era aquele que primeiramente vislumbrou e lutou por esta conquista.

Se você é adepto em preservar a nossa história, procure conhecer mais através de alguns relatos já impressos e através de algumas obrar que hão de vir – refiro-me aos livros que serão publicados de Daniel Cavalcante e Edson Sá, ambos com conteúdos memoráveis sobre uma história que é nossa! Procure também conversar com os nossos ilustres pioneiros que ainda estão vivos, alguns deles foram homenageados recebendo no dia 15/01, um Título de Honra em reverência do nosso atual prefeito Jaílson Fausto Alves pela importância de tal fato. Foi emocionante fazer parte e fazer esta entrega. Todos gostaram. Este mesmo Título foi entregue também aos nossos ex-gestores municipais ou representantes daqueles que já partiram. Com este ato, buscamos assim agradecer a cada um que de forma diferente contribuiu para chegarmos até os dias atuais, até o nosso hoje!

O fato é que cinquenta anos depois, devemos ser gratos primeiramente a Deus por inúmeras bençãos, lutas, vitórias, fracassos, sim, tudo isto faz parte na trajetória de uma cidade e de nós seres humanos. Seria pura ilusão acharmos que só devemos ser gratos a Deus pelas coisas boas e alegres. Como diz os ditados populares, aprendemos muito com as dificuldades. E tomara que nesta nova etapa, a nossa cidade, o nosso novo administrador, o povo limacampense, tomara que todos possamos acreditar que continuaremos trilhando um caminho que não vai ser fácil, mas que driblando aqui e alí os obstáculos, nós iremos sim proseguir em frente buscando o progresso da nossa própria história. O mundo hoje nos oferece inúmeras ferramentas para sermos mais instruídos, para sermos mais expressivos no que se diz respeito aos nossos direitos e deveres, mas também nos oferece muitas chances de nos tornarmos pessoas mais volúveis e fáceis de ser ludibriados se esquecermos que o DEUS que nos criou há cinquenta anos atrás ou mesmo no início da formação do mundo, continua sendo o mesmo DEUS hoje e assim o será para todo o sempre. É com este DEUS e somente com a permissão dele que poderemos escrever mais 50 anos de história e chegarmos a ser uma Cidade Centenária!

Se assim Ele quiser e nos permitir!

P O E S I A

Lima Campos - MA

Uma cidade que tem o que falar!



Você já deve ter ouvido falar em uma cidade que embora jovem, já tem o que falar!

Você já deve ter ouvido falar em uma cidade que já foi uma simples Colônia e logo começou a prosperar.

Você já deve ter ouvido falar em uma cidade pequena, pacata, mais que sempre tem algo para se movimentar.

Você já deve ter ouvido falar em uma cidade que tem um morro, um açude e muitas palmeiras para na rede se embalar.

Você já deve ter ouvido falar em uma cidade que tem poetas, cantores, artistas e gente comum para de tudo um pouco se admirar.

Você já deve ter ouvido falar em uma cidade que tem gente bonita, simpática e inquieta em ir e voltar.

Você já deve ter ouvido falar em uma cidade que preserva sua origem, apresenta sua realidade e pretende no futuro avançar.

Você já deve ter ouvido falar em uma cidade que trata bem os visitantes e que quem por ela passa um dia quer voltar.

Você já deve ter ouvido falar em uma cidade amada, idolatrada e chamada de terra varonil.

Você já deve ter ouvido falar sim, de um povo limacampense que entre os trancos e barrancos não deixa de se mover.

Esse povo ama esta cidade e por ela faz de um tudo para acontecer.

Está na hora de você parar de ouvir falar e vir conhecer Lima Campos, aqui no Maranhão!

Depois, você é quem vai sair falando tudo isso por aí...

Pode crer.

Lima Campos é uma cidade ótima para se viver!

Passa por inúmeros desafios como tantas outras mais aqui em nada se permitem abater.

Pode não dominar tudo, mais todos aqui, a querem desenvolver!

Do empresário ao mais humilde, do ancião ao mais novo cidadão...

Todos têm um sentimento de paixão!

Talvez este seja o meu caso, pois, mesmo a parabenizando por seus 50 anos, vira e volta, acredito que eu poderia ter estado presente no seu passado, quando tudo aqui foi começado. Outras vezes quero crer que já sou parte do seu futuro e que por isso sou empolgado; então me pego sonhando acordado e vejo que isso é pura realidade e que todo este poema de passado e futuro é um mero emblema que carrego hoje, no presente, no lado esquerdo do peito estampado!

Por: Sidney Borges

Um Limacampense
O mesmo grupo político, comanda a cidade há 42 anos, desde que João Epifânio da Silva foi eleito prefeito a primeira vez, a filha dele, é atual secretaria municipal do atual prefeito, todos os eleitos desde de 1977, apoiam o atual prefeito Jailson Fausto, e, atá agora não conseguiram fazer qual mudança significativa, a educação é uma das piores do país, não geram empregos, usam a prefeitura como cabide de emprego,para poucos privilegiados, a indicada a sucessora é cunhada do atual prefeito e, o vice indicado é filho do pior prefeito da história de LIMA CAMPOS. A miséria ainda ronda aquela cidade, sobretudo a miséria educacional, os políticos dizem que a prefeitura não tem dinheiro e, mesmo assim querem continuar no poder. Nos anos 50, a colônia desapareceu e nasceu o povoado agora com lojas, farmácias, padarias, bares, usina e beneficiamento de arroz e uma promissora cultura de banana. A década de 50 foi o que poderíamos chamar de “década de ouro” para Lima Campos. A Lei nº 2.180 de 31 de dezembro de 1961, elevou Lima Campos à categoria de município. A Instalação do município ocorreu num clima festivo em 15 de janeiro 1962, tendo como prefeito interino, Cássio Salomão Mota, ex-vereador de Pedreiras.
Para a instalação da sede da Prefeitura foi alugada uma pequena casa situada na Rua Newton Bello e como não havia verba suficiente para comprar máquinas e cadeiras alguns comerciantes fizeram uma cota para comprarem. Sem dúvida alguma, Dácio de Sousa Borges foi um dos que mais colaborou, já que preparava a Prefeitura para ele mesmo administrar, pois já se sabia que ele seria candidato a Prefeito nas primeiras eleições.
Cássio Salomão Mota governou como Prefeito interino de 15/01/1962 a 31/01/1963. Nomeou como a primeira funcionária, a Srª Maria Amélia Batista Cavalcante para o cargo de Secretária. O tempo foi curto, mas construiu o Campo de Pouso e manteve as ruas limpas. Continuou adquirindo móveis novos à prefeitura, já preparando cada vez mais a casa para a administração vindoura. Manteve-se muito equilibrado no domínio das finanças do município. Mesmo com todas as alegrias da conquista pela emancipação da cidade, durante o seu mandato Cássio teve que enfrentar uma dura campanha política dos adversários, pois a vontade do povo era eleger Dácio de Sousa Borges, que se tornou o primeiro prefeito eleito pelo voto popular. Cássio passou o mandato ao seu sucessor com um feito inédito e pouco, ou dificilmente visto, em dias atuais; a prefeitura estava com todas as contas em dia e com saldo no cofre, fato este que certamente lhe rendeu aplausos e o credenciou a disputar outra eleição com chance de vitória.

Hino

Entre as grandes verdes matas surge um lindo farol
Que vem sempre iluminando como um raiar do sol
No princípio foi Colônia, agora não é mais
É uma cidade verde e linda, de alegria e de paz.

Refrão
Salve! Salve! Lima Campos, pedacinho do Brasil
Cidade amada, idolatrada. Salve a terra varonil.

Foi com muito sacrifício que teu povo aqui chegou
Vindo de outras cidades em Santa Amália ficou
Povoando esta terra, doação feita com amor
Ela foi se estruturando, em Cidade se tornou.

Lima Campos! Lima Campos! Sua história assim se deu
Um pioneiro importante por aqui apareceu
Trabalhando e ajudando o teu povo com amor
E em sua homenagem o seu nome aqui ficou.

NOTÍCIAS

#Agricultura | 26 DE DEZEMBRO DE 2019

Dezenas de agricultores e agricultoras familiares participam da mai uma edição da Feira da Agricultura Familiar de Lima Campos, realizada pelo Governo Municipal através da Secretaria Municipal de Agricultura a Feira reuniu centenas de moradores.Nesta terça-feira (26), a f [...]

| 06 DE DEZEMBRO DE 2019

No dia 27 de outubro de 1988, há 31 anos, a Assembleia Geral da ONU e a Organização Mundial de Saúde instituíram o dia 1º de dezembro como o Dia Mundial de Luta contra a Aids, cinco anos após a descoberta do vírus causador da aids, o HIV. A

#Educação | 06 DE DEZEMBRO DE 2019

Ação educacional da SEMED na Rede Municipal de Ensino

#Mobilidade | 05 DE DEZEMBRO DE 2019

Mobilização dos homens pelo fim da violência contra a mulher

#Desenvolvimento | 05 DE DEZEMBRO DE 2019

MATHEUS VICTOR ROCHA ROSA - Medalha de Bronze KEVIN RIKELMY SANTOS SOUSA - Menção Honrosa